70 anos de Israel

A WIZO São Paulo ficou enfeitada de azul e branco para celebrar os 70 anos da independência do Estado de Israel. A celebração ficou a cargo do Grupo Barak. Antes da festa, foi feita um ato de Yom Hazikaron, em homenagem aos soldados que caíram e às vítimas de atentados terroristas.

O chazan Alexandre Schinazi entoou orações em memória desses soldados. André Lajst, da StandWithUs Brasil, contou casos de bravura como o do americano Michael Levin, morto em combate na Guerra do Líbano em 2006, que abdicou de ficar com sua família nos EUA para defender Israel.

Olga Teperman Aizemberg, presidente do Grupo Barak, falou sobre os novos desafios de Israel hoje, como uma democracia consolidada, e como nós, da Diáspora, podemos ajudar. “Hoje temos que carregar a bandeira de Israel no coração, nas palavras e nas ações”, falou.

A presidente da WIZO-SP, Nava Shalev Politi, ressaltou o papel da WIZO, que nasceu antes mesmo da consolidação do Estado de Israel e que, hoje, no país, é a instituição líder em educação, além de lutar pelos direitos das mulheres e diversas pautas sociais importantes.

Na parte musical, o Coral Sharsheret entoou, além do Hatikva (hino de Israel), duas músicas do seu novo CD Haleluiah, que será lançado ainda este ano. A tarde terminou com muita dança e uma mesa especial de doces e salgados, e os desejos de paz e prosperidade para o Estado Judeu.