A história do Rabino Lau

Nascido em 10 de Junho de 1937 na Polônia, o rabino Israel Meir Lau imigrou para a então chamada Palestina em julho de 1945, junto com seu irmão mais velho, após ter sobrevivido aos horrores do campo de concentração de Buchenwald. Algumas décadas depois, veio a ser o rabino-chefe de Israel. O livro de sua autoria, uma autobiografia intitulada “Lúlek” (seu apelido nos tempos da infância na Europa) transformou-se num best-seller, tornando pública e acessível, em uma linguagem íntima, pessoal e realista, a fascinante história de vida desta figura carismática e importante para o judaísmo moderno.

A professora Nancy Rozenchan, que traduziu o livro para o português há alguns anos, esteve na Sede, onde falou sobre muitos aspectos interessantes da vida desse famoso rabino. “Israel Lau atribui a sua salvação aos esforços heróicos de seu irmão mais velho, Naftali, que o escondeu”, contou.

A palestrante trouxe trechos de entrevistas, em que o rabino Lau explicou que essa não é uma autobiografia padrão. “Por exemplo, não há uma história sobre os 51 anos que passei no rabinado. Tudo no livro é de alguma forma ligado ao Holocausto.” A professora Nancy ainda leu o trecho de um texto, no qual o próprio rabino considera sua sobrevivência fruto da intervenção divina. “Você não pode explicar nenhum momento da minha sobrevivência sem milagres”, afirma ele.

Ao final, as chaverot participaram com perguntas e relatos de encontros inesquecíveis com o rabino.

historia-rabino-lau-wizo-sao-paulo-1

historia-rabino-lau-wizo-sao-paulo-2

historia-rabino-lau-wizo-sao-paulo-3

historia-rabino-lau-wizo-sao-paulo-4

historia-rabino-lau-wizo-sao-paulo-5