A tradição de Purim

A Sede estava toda enfeitada para receber Ahuva Flit e seu show de humor, que trouxe uma energia especial para celebrar a festa mais alegre do calendário judaico: Purim. Ela contou uma série de piadas que remetia aos melhores comediantes da cultura ídiche e tirou boas gargalhadas das voluntárias.

a-tradicao-de-purim-6

Em seguida, o rabino David Garbartchik falou sobre o significado da festa e algumas curiosidades contidas na Meguilá Esther. “Embora o nome de D’us não seja citado na Meguilá, Ele está lá, Oculto, e alguns estudiosos dizem que quando aparece a palavra Melech (Rei) sem o complemento do monarca persa Achashverosh, ela se refere a D’us”.

a-tradicao-de-purim-8

O rabino também mostrou seu talento musical e cantou algumas canções referentes à data. Ao final, foram servidos Oznei Haman, doce típico da festa.