Celebração de Tu Bishvat

Na primeira reunião de Grupos do ano, o diretor Executivo do KKL Brasil, Marcelo Schapochnik, fez uma palestra na Sede sobre Tu Bishvat, o Ano Novo das Árvores.  É nesta estação que os primeiros brotos das árvores emergem e começam um novo ciclo de produção frutífera, iniciando a colheita das frutas e o fim do ano agrícola, celebrando assim, a oferta da natureza na fartura de alimentos, abrigo e matéria-prima para a manutenção de todo o planeta.

Ele ressaltou que, em cidades grandes como São Paulo, normalmente não temos tempo e oportunidade para vislumbrar a natureza. “Eu ouvi uma vez de um sábio que de nada vale cumprir as mitzvot, fazer as orações, se a pessoa não tem a capacidade de contemplar em algum momento a natureza, que é a maior criação de Deus.”

Schapô, como é chamado, também citou o filósofo Baruch Espinoza, que dizia “Deus é tudo, portanto, Deus é a natureza”. “Parece um conceito óbvio, mas se as pessoas não estão levando isso em conta na hora de lidar com a natureza, não é tão claro assim”.

O palestrante também explicou a prática de um Sêder da festa, algo não muito conhecido, quando é costume se tomar três copos de vinho e se comer uma série de alimentos presentes em Eretz Israel, entre eles azeitonas, nozes e tâmaras.

A tarde terminou em um kidush com todas as chaverot para marcar a celebração da festa.