Celebração do Dia Internacional da Mulher

Linamara Rizzo Battistella foi a homenageada pelo seu importante trabalho em ajudar pessoas com deficiência

Mais de 300 pessoas estiveram na Hebraica para a tradicional comemoração do Dia Internacional da Mulher promovido pelo Grupo Chana Szenes.

Este ano a homenageada foi a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Dra. Linamara Rizzo Battistella. Médica fisiatra, professora da Faculdade de Medicina da USP, Linamara também é coordenadora do Grupo de Trabalho do Comitê de Humanização do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Rebeca Rosenberg foi a mestre de cerimônia do evento, que teve início com almoço para os convidados no Espaço Adolpho Bloch, seguido da cerimônia no Salão Anne Frank.

Estiveram presentes autoridades e representantes de diversas entidades, como: Yoel Barnea, cônsul de Israel em SP; Floriano Pesaro, secretário de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo; Ricardo Berkiensztat, presidente Executivo da Fisesp; Karen Didio Sasson, da Conib; Avraham Gelberg, presidente da Hebraica; Gaby Milewsky,  superintendente geral da Hebraica; Ruth Goldberg, da Fundação Arymax; Leonor Szymonowicz, presidente Na’amat São Paulo; Dora Silvia Cunha Bueno, presidente da APF; Michel Schlesinger, rabino da CIP; Teresa Ralston Bracher, diretora da ACTC;  Anita Novisnky, historiadora; Julio Bernardi, diretor do Hotel Majestic; Ester Tarandach, assessora de Floriano Pesaro; além de representantes do Lar das Crianças, da Instituição Laramara e do CIAM.

Iza Mansur, presidente da WIZO SP, ressaltou em seu discurso o trabalho das chaverot do grupo que se empenharam para fazer uma tarde perfeita. E nesse ponto, o evento realmente superou as expectativas, com uma organização impecável. Ao final, Iza pediu para que todas as chaverot do grupo subissem ao palco para uma foto especial.

Floriano Pesaro então apresentou a homenageada. “Hoje, homenageamos, especialmente, a incansável defensora dos direitos das pessoas, Dra. Linamara Rizzo Battistella, que tem um currículo exemplar no campo da defesa das pessoas portadoras de deficiência. Desenvolveu projetos pioneiros que depois foram replicados na Europa. Linamara é uma militante com um brilhantismo acadêmico”, disse.

Muito emocionada, Linamara agradeceu e disse que não costuma aceitar homenagens. “No entanto, depois de recebi a comissão da WIZO-SP, com a qual fiquei quatro horas conversando, resolvi aceitar, pois entendi o significado da iniciativa”. Ela dedicou o prêmio a todos que atuam neste setor há décadas, e também às mulheres que têm em sua vida a missão de conviver e cuidar das pessoas especiais.

Linamara também destacou que ações do Brasil, nesta área de auxiliar pessoas com deficiência, são reconhecidas no mundo inteiro. “O modelo de São Paulo está sendo estudado por uma equipe mundial, da qual ela faço parte, para ser implantado como padrão internacional”.

Ao final, dois grandes artistas da comunidade encerraram a tarde. Claudio Goldman e Regis Karlic emocionaram a todos com seu repertório de músicas judaicas.