CONCURSO – Cerimônia de premiação reúne autoridades, professores e alunos

Mais uma vez foi emocionante a Premiação do Concurso WIZO de Pintura e Desenho. No entanto, a 28ª edição começou com a lembrança triste do falecimento de Roseli Ventrella, da Secretaria da Educação do Estado de SP, grande apoiadora e entusiasta do Concurso há mais de uma década. “Quando Roseli entrava na WIZO para a seleção dos melhores trabalhos, ela sempre trazia muito amor, além de muita racionalidade, para escolher os melhores”, falou Sulamita Tabacof, presidente de Honra da WIZO-SP, antes de solicitar um minuto de silêncio nessa homenagem do Concurso e da instituição.

A mesa diretora do Concurso foi formada pelo cônsul geral de Israel em São Paulo Dori Goren, o secretário da Educação do Estado de SP José Renato Nalini, o presidente do Conscre Sergio Serber, Sulamita Tabacof, Iza Mansur, presidente da WIZO-SP, Tania Tarandach e Rosa Motta, diretora e curadora do Concurso.

Um dos momentos mais emocionantes foi o relato da professora Charlene Andrezza Zanco Mantovani, que orientou o trabalho do aluno André Mariano da Rosa, vencedor do prêmio EJA – Educação de Jovens e Adultos deste ano. André tem 41 anos e é detento de uma unidade prisional. Sua professora contou que ao retirar o trabalho do aluno, notou que este tinha sido rasgado. “Naquele momento, eu chorei muito, mas ele conseguiu consertar com muita força de vontade e hoje foi recompensado”, relatou.

O secretário Nalini ressaltou a importância do concurso para que os alunos, além de exercitarem seus talentos artísticos, também conheçam mais sobre Israel. “Fui a Israel em 1976, visitei um kibutz e percebi como aquelas pessoas se juntavam de forma harmoniosa para fazer um mundo melhor.” Sergio Serber contou que recentemente teve uma audiência com o Papa Francisco, que mostrou seu lado humanista e de convivência. “A integração desses jovens vem ao encontro do nosso trabalho, por colocar o jovem em contato com outras culturas e expandir seus horizontes.”

Tania Tarandach, antes de premiar o vencedor do prêmio Júri Aberto, citou todos aqueles que fazem esse Concurso acontecer na prática. “Gostaria de homenagear toda a assessoria interna da WIZO, todas as chaverot que se dedicaram para a catalogação dos trabalhos, além do apresentador Alberto Danon, que já faz parte da história desse Concurso”.

Iza Mansur, muito emocionada por ser o último concurso em sua gestão de seis anos, ressaltou o caráter da coexistência do certame. “Em nosso trabalho, nós colhemos os resultados por meio da educação, da arte, do respeito e da coexistência.”

Sulamita Tabacof, uma das idealizadoras do Concurso, lembrou de edições passadas, contou histórias curiosas das primeiras edições do evento e comentou sobre a dificuldade da seleção. “Não há unanimidade quando se escolhe uma obra de arte e o grande mérito do nosso Concurso é dar a oportunidade de os alunos pesquisarem sobre as diferenças e respeitá-las, e o trabalhos vencedores refletiram bem esse respeito à diferença.”

Elogiando o significado do projeto para os jovens, o cônsul Geral Dori Goren lembrou as mais de cinco mil escolas participantes e a união entre os dois povos. “O conhecimento é a chave para se conseguir tudo na vida e esse concurso é um projeto que traz conhecimento e todos os participantes exercitaram a curiosidade e a vontade de sonhar”, disse, antes de entregar o primeiro prêmio ao aluno Gabriel José Custódio, de 15 anos, da cidade de Itapeva/SP. “Desde pequeno fui influenciado pela minha família, pois meu pai desenha e faz música – aliás, descobri que a música israelense é muito linda –  e penso em seguir a carreira artística”, revelou o aluno.

O Coral Sharsheret, além dos hinos nacionais de Israel e do Brasil, cantou Haleluia e a Canção da Paz, de Gilberto Gil, na versão em hebraico e no original em português, emocionando a plateia. Antes do sorteio da bicicleta, doada por Isacco Douek, da ISAPA, foi projetado um vídeo, mostrando a diversidade da sociedade israelense, suas belezas naturais e as inúmeras atrações turísticas que o país oferece ao visitante. Além do talento artístico, o aluno Gabriel José Custódio tem muita sorte, pois foi o feliz ganhador da bicicleta. Com votos de feliz retorno a suas cidades, as caravanas deixaram a Assembleia Legislativa, já afirmando que voltarão no próximo ano.

Confira abaixo o nome dos vencedores em todas as categorias:

JÚRI OFICIAL
1º Lugar
E. E. Profa. Nicota Soares – Itapeva
Aluno: Gabriel José Custódio – 15 anos – 1º ano E. M.
Profa. Maria Cristina de Oliveira Lopes – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-1-lugar
2º Lugar
E. E. Parque Primavera II – Guarulhos
Aluna: Rita de Cássia da Costa Guimarães – 16 anos – 3º ano
Profa. Luciana Aparecida da Silva Levi – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-2-lugar
3º Lugar
E E. Profa. Lysanias de Oliveira Campos – Araraquara
Aluno: Luiz Miguel Neves de Oliveira – 15 anos – 2º A
Profa. Marcinete Alves dos Santos Stelzer – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-3-lugar
Menção Honrosa
E.E. Alcides de Castro Galvão – Caraguatatuba
Aluna: Bruna Fernandes Guimarães – 15 anos – 1º B
Profa. Flávia Paula Campos Teles – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-mencao-honrosa-2
Menção Honrosa
E.E. Profa. Theodora de Camargo Ayres – Piedade
Aluna: Bianca Pereira dos Santos – 15 anos – 2º A
Profa. Maria Aparecida dos Santos – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-mencao-honrosa-1
JÚRI ABERTO
E.E. Prof. Dr. Domingos João Baptista Spinelli – Ribeirão Preto
Aluno: Derick Henrique Teodoro Lima de Souza – 12 anos – 6º ano C
Profa. Marli Aparecida Ribeiro de Paula Dias – Arte
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-juri-aberto
PRÊMIO EJA
E.E. Dr. Pércio Gomes Gonzales – Flórida Paulista
Aluno: André Mariano da Rosa – 41 anos – 6ª série EF
Profa. Charlene Andrezza Zanco Mantovani
concurso-desenho-pintura-2016-wizo-sao-paulo-premio-eja