Ensinamentos de Rosh Hashaná

Na última reunião de Grupos do ano de 5776 do calendário judaico, a WIZO-SP recebeu o candidato a vereador Daniel Annenberg. Gestor do Poupatempo e do Detran de São Paulo, foi responsável por uma grande modernização nos órgãos públicos nos últimos anos, ele falou sobre suas propostas: “Quanto mais implantarmos serviços eletrônicos na cidade, há menos chance de ter corrupção e mais de aumentar a qualidade de vida da população”.

A morá Tuna Anker falou sobre alguns significados mais profundos de Rosh Hashaná, o ano novo judaico e destacou os três “Ts”, que podem ser a chave para tornar o decreto de D’us sobre nós positivo: Teshuvá (arrependimento), Tefilá (oração) e Tzedaká (doação). “No entanto, a melhor tradução para esses conceitos são ‘voltar à sua essência’, ‘ligação com D’us’ e ‘justiça social’”, explicou. Ela também destacou que Rosh Hashaná é o aniversário da criação do homem e não do mundo. Para finalizar, explicou que o Shofar é um som capaz de nos tocar diretamente na alma: “Nesse dia, cumpre a mitzvá do Shofar quem escuta pelo menos 30 toques”.

Quem estava na Sede e ainda não tivera a oportunidade de cumprir a miztvá, ouviu os garotos Felipe e Eduardo Mautner tocarem o Shofar, emocionando a todos.