Israel e a parcialidade da mídia

O arquiteto Roberto Vinograd falou na Sede sobre dois temas importantes: a situação geopolítica de Israel hoje e a parcialidade da mídia em relação aos conflitos no Oriente Médio. Sobre o primeiro, o palestrante se mostrou otimista quanto ao futuro do Estado Judeu. “Até o ano passado, Israel era jurado de morte por diversos países, hoje é visto apenas como antipático, o que já é uma evolução”.

Vinograd atribuiu essa melhora a diversos fatores, como o desenvolvimento de tecnologia bélica mais avançada no mundo por parte dos israelenses. “Isso provocou uma aproximação da Rússia, por exemplo, interessada nessa tecnologia”. Segundo ele, o avanço do Estado Islâmico e a ascensão do Irã fizeram com que alguns países árabes, como a Turquia e a Arábia Saudita, criassem uma relação mais amistosa com o governo de Bibi Netanyahu. “A Arábia Saudita permitiu que aviões israelenses passem pelo seu espaço aéreo, o que é uma medida inédita”, revelou.

Sobre o segundo tema, Vinograd se mostrou mais cético, uma vez que os países árabes continuam sendo muito hábeis na sua propaganda. “Nós, por princípios religiosos, não mostramos nossos mortos, por exemplo, como os civis inocentes que foram esfaqueados, ao contrário dos árabes, que usam até imagens falsas nessa guerra de informação”.

aconteceu-israel-parcialidade-na-midia-1

aconteceu-israel-parcialidade-na-midia-2

aconteceu-israel-parcialidade-na-midia-3

aconteceu-israel-parcialidade-na-midia-4