Lembrando Eva Prist z’l

Uma tarde dedicada a Eva Prist (z’l), falecida recentemente, lembrou a chaverá que fez muitas amizades na Organização, atuando com dedicação. Flávia Meiches Sahm, prima de Eva, falou sobre sua relação com a WIZO. “A Eva começou a trabalhar ainda jovem na WIZO-SP e a organização se tornou algo importante em sua vida, tanto que ela quis continuar nesse trabalho voluntário enquanto conseguiu reunir forças”, contou.

lembrando-eva-11

A gerontóloga e psicóloga Cláudia Mizan foi a convidada dessa tarde, para falar na Sede sobre um tema importante e que afeta muita gente: depressão. Segundo ela, essa doença mata cerca de 850 mil pessoas por ano no mundo.

Em um primeiro momento, a palestrante mostrou a diferença entre depressão e tristeza. “Quando ficamos tristes com algum fato ocorrido, esse é um mecanismo de defesa normal e até saudável do organismo, mas se essa tristeza persistir, pode se transformar em depressão”.

lembrando-eva-6

Para a psicóloga, a depressão também pode aparecer por problemas orgânicos, como uma deficiência hormonal ou uma falha no sistema neurotransmissor. Entre os sintomas mais comuns, estão a falta de prazer ao fazer o que gosta, alteração do apetite (para mais ou para menos) e afastamento da vida social.

Cássia frisou que o primeiro passo para o tratamento é identificar os sintomas e procurar um psiquiatra. Sessões de psicoterapia e exercícios físicos também podem ser úteis na recuperação.