Mais um ano de sucesso no Bazar

Mais uma vez, o Bazar WIZO 2017 reuniu grande público no Clube Piratininga. Já reconhecido como um marco na cidade de São Paulo, o empreendimento gerou uma fila que começou a se formar no dia anterior. Para organizar a ordem daqueles que chegavam, foram distribuídas senhas entre os primeiros compradores. Alguns estavam atrás de objetos para uso pessoal, enquanto alguns pequenos lojistas aproveitaram os preços baixos para revender os produtos adquiridos. Foram comercializados objetos como roupas, brinquedos, maquiagens, bijuterias, utensílios domésticos, entre outros.

bazar-2017-wizo-sao-paulo-3

Luciene Soares da Silva, a primeira da fila, veio de Itapecerica da Serra e chegou às 13h do dia anterior à abertura das portas. “É divertido chegar cedo, como se fosse uma terapia, e dessa forma também consigo escolher com mais calma o que eu quero, como bolsas, pratos etc.”, contou.

As voluntárias dos grupos jovens e dos mais experientes contaram com o reforço de jovens estudantes, incentivados a conhecer de perto o trabalho da entidade e o voluntariado na prática. Michel Lancman Sarfatti, hoje com 16 anos, vem há quatro anos ajudar na barraca do Grupo Barak. “Eu gosto de vender e saber que esse dinheiro será destinado a um fim muito bom”, disse.

Lisabeth Steinberg, diretora do Departamento Aviv, ressaltou que essa também é uma oportunidade para, anualmente, todos os grupos se unirem e criarem uma grande confraternização em torno dos ideais comuns: fazer o bem e tornar a WIZO ainda mais forte.

“Foi o primeiro Bazar sob a minha gestão e eu estava na expectativa se daria tudo certo, e graças ao trabalho e união de todas as voluntárias, correu tudo bem e conseguimos um excelente resultado”, falou Nava Shalev Politi, presidente da WIZO-SP.