Uma tarde de cinema e música

As tardes de terça-feira começaram animadas na Sede. Para dar boas-vindas às chaverot, a voluntária Frida Kier Weingarten leu uma poesia, em que convocava: “Vamos começar o ano com imaginação; Trazendo muita alegria e decisão; Porque o que nos une nos fortalece; Neste trabalho que muito enobrece”.

No programa constava a exibição do filme “A Musa Errante” (“The WanderingMuse”), trazido pela cantora e compositora Nicole Borger, idealizadora do Kleztival – Festival Internacional de Música Judaica, que leva a música klezmer para os mais inusitados locais da Cidade, como o Metrô, desde 2010.O filme mostra uma busca pela identidade judaica em diversos países, da Argentina a Uganda, com músicos que interpretam canções tradicionais e modernas, em línguas como o ídiche e o hebraico.

A jovem Keren Schvinger fez um relato de sua viagem a Israel  com o Programa Taglit. Após o término do roteiro oficial, ela ficou um pouco mais no país e visitou o Centro WIZO de Hadera – influenciada por sua mãe, a chaverá Denise Schvinger, do Grupo Barak –, onde se impressionou pelo trabalho da entidade. “Desde pequena acompanho minha mãe nas atividades da WIZO, procuro ajudar no Bazar Anual todos os anos, pois considero um trabalho muito importante”, contou.

No final, Nicole interpretou duas músicas de seu repertório, acompanhada da maestrina Sima Halpern, e doou exemplares de seus CDs, cuja venda terá a verba revertida em benefício da WIZO-SP.